Vai rolar a bola...
06/06/2020 11:36 em Novidades

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

16/06/2020 00h00

 

CLASSIFICAÇÃO E JOGOS

Testagem, conscientização e cuidados diários. É dessa forma que os clubes paulistas planejam retornar às atividades em seus centros de treinamento. O conjunto de ações faz parte do protocolo entregue ao Centro de Contingência do coronavírus de São Paulo, órgão do governo estadual, na última quinta-feira.

O documento - obtido pela reportagem do UOL Esporte - trata da retomada dos treinamentos e foi assinado por representantes de CorinthiansPalmeiras e São Paulo, além da Federação Paulista de Futebol (FPF).

[ x ]

Os clubes aguardam agora o parecer do comitê estadual. Se aprovado, os times poderão voltar às atividades. Será preciso, nesse cenário, seguir etapas e recomendações que serão válidas em todo o estado. A expectativa dos clubes é que a avaliação do comitê aconteça ainda essa semana.

Os principais passos a serem seguidos para a retomada, prevista no protocolo, incluem, na ordem, testagem, educação e conscientização, retomada com trabalho individual e, por fim, proteção e higiene. Até o isolamento mínimo foi mencionado.

"Todos envolvidos nos treinamentos deverão manter a rotina apenas de casa-treino-casa, mantendo o isolamento social como premissa", ressaltaram os clubes no texto.

O documento apresentado foi feito pela Comissão Médica da FPF, sob comando do Dr. Moisés Cohen. Médicos dos clubes também participaram da elaboração. O protocolo foi montado a partir das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Trecho do protocolo enviado pelos clubes e a FPF - Reprodução
 
Trecho do protocolo enviado pelos clubes e a FPF
Imagem: Reprodução

 

"O local de treinamento deverá ser submetido a um intenso processo de desinfecção antes da chegada de qualquer trabalhador, seguindo as indicações das autoridades sanitárias e dos profissionais pertinentes, e sendo declaradas estas instalações como seguras. Todas as orientações de cuidados preventivos devem ser seguidas em relação à higiene, ao uso dos refeitórios, vestiários, limpeza das instalações, sala de musculação, transporte, fisioterapia, bem como algumas mudanças de hábitos, como a suspensão da "roda" pré e pós-jogo nas instalações do clube ou fora deste', diz trecho do protocolo.

O documento trata, inclusive, da convivência entre os atletas e integrantes da comissão técnica, além do trabalho dos profissionais de mídia nos centros de treinamento.

"Deve ser adotada a suspensão do cumprimento físico entre os profissionais, além da suspensão das entrevistas presenciais, eliminando aglomerações, adotando a distância adequada dos profissionais. É proibida a presença de jornalistas nos treinos e concentrações, exceção somente aos próprios profissionais de mídia e imprensa dos clubes devidamente incluídos neste protocolo", frisaram os clubes e a FPF.

Vale lembrar que ainda não há previsão para a retomada dos jogos. Existe, entretanto, uma tendência de que as partidas voltem a acontecer após um mínimo de 20 dias de "pré-temporada".

"Seguindo este protocolo, todos os jogadores, membros das comissões técnicas e demais profissionais envolvidos poderão trabalhar em um ambiente altamente controlado, com segurança que poucas atividades podem oferecer nesta volta gradual à normalidade", dizem os clubes.

 
 
 
 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!